No Núcleo, familiares e dependentes químicos em recuperação receberão serviços diferenciados, com rede de atendimento para as diversas situações.

13/06/17 10:51 Foto: Divulgação

Vice-governadora entrega núcleo especializado para atendimento a dependentes químicos

 

A vice-governadora Claudia Lelis entregou, nesta segunda-feira, 12, o Núcleo de atenção à pessoa com dependência química – Acolher. O Núcleo está localizado na 704 sul, Alameda 20, nº 01, em Palmas. O Acolher tem como objetivo oferecer a recuperação do dependente químico, por meio de atendimento e orientação especializada, além da inclusão nos grupos de ajuda mútua, articulação dos serviços públicos, a fim de possibilitar a reinserção social.



“A dependência química é um grave problema de saúde que afeta milhares de pessoas em várias partes do mundo, e aqui no Tocantins não é diferente e todos aqui sabem disso. Esse é um problema que precisamos enfrentar de cabeça erguida e rapidamente. Infelizmente o Governo do Estado não consegue enfrentar sozinho esse problema, precisamos da participação direta e ativa da sociedade, dos poderes constituídos, de uma equipe de profissionais multidisciplinar e, principalmente, da família do dependente químico”, ressaltou Claudia Lelis, durante a entrega da obra.



No Núcleo, familiares e dependentes químicos em recuperação receberão serviços diferenciados, com rede de atendimento para as diversas situações, visando ampliar as oportunidades de recuperação e apoio às famílias, reconhecendo que a Política sobre Drogas é intersetorial e transversal.



“O Governo e seus parceiros oferecem os serviços, mas cabe também às famílias ingressarem conosco nesta luta para o sucesso e a recuperação do dependente”, lembrou a vice-governadora.



Recursos investidos

Foram investidos R$ 600 mil no Acolher, por meio de convênio entre o Governo do Estado e o Ministério da Justiça. Esses recursos são ainda para a realização de um seminário estadual, compra de um veículo, e aplicação de cursos de capacitação para os dependentes que deixam as comunidades terapêuticas.



O Governo do Estado entrou com contrapartida de R$ 45 mil, que serão aplicados no aluguel do prédio, apoio com equipe multidisciplinar (psicólogos, assistente social, enfermeiros), e estruturação do espaço físico.



Como funciona

O Núcleo Acolher funciona como um centro de referência para que o usuário e sua família possam ter as primeiras orientações para saber como lidar com problema. Por meio do Núcleo Acolher o dependente químico é encaminhado para serviços especializados, como Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS), Comunidades Terapêuticas ou grupos de ajuda mútua, como por exemplo o Alcoólicos Anônimos (AA), o Narcóticos Anônimos e o Amor Exigente.

 

Compartilhe

RELACIONADAS

Confira dias de funcionamento do Hemorrede antes do Carnaval

Os hemocentros estarão fechados para atendimento externo nos dias 27 e 28, retornando as atividades

Após 3 meses de greve, 7 sindicatos aceitam proposta do Governo

Maioria das categorias que compõem o MUSME dão fim a greve e devem retomar as atividades normais nes

Presidência encaminha à comissão de organização judiciária projeto para conceder revisão anual com percentual de 9%

Projeto de lei concederá a revisão geral anual da remuneração dos servidores do Judiciário no percen

Deixe seu comentário