Na decisão, o desembargador entendeu que a liminar proferida pelo juiz gera grave lesão à ordem econômica, principalmente, em um momento de crise econômica no país.

27/07/17 09:51 Foto: Nilton Fukuda

Justiça anula liminar que pedia suspensão do aumento sobre combustíveis

 

O Tribunal Regional Federal (TRF-1), sediado em Brasília, decidiu há pouco anular a decisão que suspendeu o aumento das alíquotas do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre a gasolina, o diesel e o etanol, anunciado pelo governo na quinta-feira (20).

 

A decisão foi proferida pelo desembargador Hilton Queiroz, presidente do tribunal, que atendeu a um recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) contra a suspensão do reajuste.

 

No recurso, a AGU informou à Justiça que a liminar impede que o governo federal arrecade diariamente R$ 78 milhões.

 

Na decisão, o desembargador entendeu que a liminar proferida pelo juiz gera grave lesão à ordem econômica, principalmente, em um momento de crise econômica no país.

 

“Com efeito, é intuitivo que, no momento ora vivido pelo Brasil, de exacerbado desequilíbrio orçamentário, quando o governo trabalha com o bilionário déficit, decisões judiciais, como a que ora se analisa, só servem para agravar as dificuldades da manutenção dos serviços públicos e do funcionamento do aparelho estatal, abrindo brecha para um completo descontrole do país e até mesmo seu total desgoverno”, decidiu Queiroz.

 

Mais cedo, antes da decisão que derrubou a cobrança, o juiz Renato Borelli, que concedeu a liminar, cobrou da Agência Nacional do Petroleo (ANP) o cumprimento de sua decisão e fixou multa diária de R$ 100 mil em caso de descumprimento.

Compartilhe

RELACIONADAS

Palmas é a 2ª capital que mais aumentou investimentos com prestação de serviços no Brasil

No ranking das capitais brasileiras, Palmas fica no 2º lugar entre as que mais aumentaram investimen

Banco da Amazônia divulga resultados dos editais públicos de patrocínio 2017

São mais de R$ 1,9 milhão que serão aplicados em três editais: o de Patrocínios, o da Lei Rouanet, e

Sebrae e Senar realizam 1º Mostra de Inovação Rural

Pequenos negócios de Almas e região poderão conhecer as novas tecnologias e inovações do setor rural

Deixe seu comentário