As fotos registram, com sensibilidade, a realidade das pessoas que vivem nas áreas mais remotas do interior do estado

10/08/17 09:14 Foto: Divulgação

Exposição fotográfica do Caminhos da Cidadania é aberta no Hall do Tribunal de Justiça

A exposição Caminhos da Cidadania, com fotos da repórter fotográfica Loise Maria, foi aberta, na tarde desta quarta-feira (9/8), no hall do Tribunal de Justiça do Tocantins. Ao todo, são 28 imagens feitas durante o projeto itinerante Expedição Cidadão - uma ação da Defensoria Pública do Estado realizada no ano de 2016 em assentamentos e comunidades tradicionais do Tocantins.

 

As fotos registram, com sensibilidade, a realidade das pessoas que vivem nas áreas mais remotas do interior do estado. Para a autora das imagens, “as fotografias fazem um resgate da memória e identidade do povo tocantinense, como os quilombolas, de forma que também provoque a reflexão da luta dessas comunidades para garantia de seus direitos”, ressaltou Loise.

 

Entre as fotografias, "Pés Calejados", feita em uma comunidade de descendentes dos quilombos no município de Arraias, foi vencedora do Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça. “Tentei ir além dos registros gerais do atendimento, buscando a essência daquele povo, mostrando detalhes como os pés ou as mãos de uma senhora guerreira que expressam fortemente a sua história, memória e identidade”, explicou a repórter fotográfica.

 

Para o presidente do TJTO, desembargador Eurípedes Lamounier, a exposição ressalta a importância da promoção da cidadania e resgata uma dívida social com as comunidades tradicionais. "A repórter fotográfica teve a felicidade de, forma tão brilhante, reproduzir a essência dessas pessoas", enalteceu o magistrado, destacando a relevância em receber a exposição no prédio do Tribunal de Justiça.

 

O defensor público-geral, Murilo da Costa Machado, também reforçou o mérito da autora das fotos em evidenciar, de maneira tão humanizada, a prestação do serviço de assessoria jurídica do órgão junto à população carente. “Com sensibilidade ela mostrou esse trabalho que chegou a comunidades que há muitos anos não tinham acesso ao público externo. São mulheres e homens que encontram profissionais comprometidos em assegurar o acesso à Justiça integral, gratuita e de qualidade”, afirmou.

 

A mostra segue aberta à visitação até o dia 31 de agosto, de segunda à sexta-feira, de 8 às 18 horas, no hall do Tribunal de Justiça.

 

Presenças

 

O vernissage da exposição contou com a presença da subdefensora pública-geral, Estellamaris Postal; do diretor do Núcleo Regional da Defensoria Pública de Palmas, Leonardo Coelho; dos juízes auxiliares da presidência do TJTO, Adriano Gomes e Esmar Custódio Vêncio Filho; do chefe de gabinete da presidência do TJTO, Danilo Guimarães de Souza Izidoro; do diretor geral do TJTO Francisco Alves Cardoso Filho; demais diretores e servidores.

Compartilhe

RELACIONADAS

Dupla Maria Cecília & Rodolfo realizam show nesta sexta em Palmas

O show faz parte das comemorações dos 35 anos do Consórcio Honda, em parceria com o Grupo Serraverde

Axé gospel do Trio Salvador abre a programação cultural dos 35 anos de Fátima

Programação conta ainda com shows de Zezo, Mastruz com Leite, Corrida de Cavalos e ciclismo.

Aparecida do Rio Negro recebe espetáculo de dança "Do Repente"

A apresentação única acontecerá na semana de festividade em Aparecida, na chamada Sexta do Festejo.

Deixe seu comentário