Palmas ficou acima da média geral (57%) entre as capitais com maiores porcentuais de famílias endividadas do Brasil, com 69%.

02/10/17 11:03 Foto: Reprodução web

Palmas registra a terceira menor taxa de contas em atraso no Brasil

 

Entre as capitais brasileiras, Palmas fica em terceiro lugar com o menor percentual de contas em atraso (14%). O dado integra a sétima edição da Radiografia do Endividamento das Famílias Brasileiras, realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) e se refere a dezembro de 2016. 

 

Na região Norte, as capitais que acompanham a cidade tocantinense abaixo da média geral (23%) são: Rio Branco/AC (18%) e Porto Velho/RO (16%). O mapeamento é feito com informações do Banco Central do Brasil, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e avalia principais aspectos, dimensões e efeitos sobre as famílias da política de crédito no Brasil entre 2014 e 2016, período particularmente turbulento tanto no campo político quanto no econômico.

 

Endividamento 

Palmas ficou acima da média geral (57%) entre as capitais com maiores porcentuais de famílias endividadas do Brasil, com 69%. Na região Norte, seguem nesse mesmo patamar Boa Vista (RR) com 83%, Macapá (AP) com 68% e Rio Branco (AC) com 63%. 

 

No quesito “parcela da renda mensal comprometida com dívidas”, a capital tocantinense registrou 33%, número acima da média nacional (30%). Já o valor médio mensal de dívida das famílias ficou em R$ 1.466, menor que o resultado geral (R$ 1.777). Abaixo, seguem informações da Região Norte. 

 

Ranking Região Norte (2016)

1 – Número de famílias endividadas (porcentual)

Boa Vista/RR – 74.910 (83%)

Palmas/TO – 59.290 (69%)

Macapá/AP – 76.726 (68%)

Manaus/AM – 364.498 (67%)

Rio Branco/AC – 68.249 (63%)

Porto Velho/RO – 78.814 (53%)

Belém/PA – 159.945 (42%)

Total nacional – 8.868.963 (57%)

 

 

(Com informações Fecomércio SP)

Compartilhe

RELACIONADAS

Palmas registra a terceira menor taxa de contas em atraso no Brasil

O dado integra a sétima edição da Radiografia do Endividamento das Famílias Brasileiras, os dados sã

Prefeitura reajusta IPTU por decreto em 25%

O decreto é assinado pelo Prefeito Carlos Amastha e considerou o índice da inflação nos últimos três

Banco do Empreendedor renegocia mais de R$ 30 mil em Feirão de Oportunidades

Durante o Feirão, o Banco concedeu descontos de até 80% em juros e multas de empréstimos inadimplent

Deixe seu comentário