Rhaony era servidor efetivo do Estado há cinco meses.

06/10/17 09:53 Foto: Divulgação

Agente penitenciário do Tocantins morre vítima de latrocínio em Imperatriz

 

A Secretaria de Cidadania e Justiça (Seciju) perdeu um servidor para a violência na noitede desta quinta-feira, 05. O Técnico em Defesa Social Rhaony Pereira de Melo, que era lotado na Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota em Araguaína. Rhaony trabalhava em Araguaína mas resida em Imperatriz no Maranhão. Sengundo informações, o agente prisional foi assassinado ao reagir a um assalto na cidade de Imperatriz.


Rhaony trabalhava como servidor efetivo do Estado há cinco meses, a Seciju publicou nota relatando a tristeza pela perda do servidor e se solidarizando com a família e amigos do Técnico em Defesa Social.


Confira abaixo a nota na íntegra


É com profundo pesar e tristeza que Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) comunica o falecimento do Técnico em Defesa Social, Rhaony Pereira de Melo, ocorrido na noite desta quinta-feira, 05, vítima de latrocínio em Imperatriz/MA, onde residia.
Rhaony era lotado na Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota, em Araguaína, e trabalhou como servidor efetivo do Estado durante cinco meses, sempre desempenhando suas atividades com competência, responsabilidade e alegria.
O velório acontecerá em Imperatriz, perto da família, ainda sem horário para o sepultamento.
A Seciju está em luto pela perda deste profissional prestativo e que fez diferença para o Sistema Penitenciário do Tocantins. Nossos servidores se solidarizam com parentes e amigos. Que a família e amigos sejam confortados pela certeza de que Rhaony fora um homem bom.

Compartilhe

RELACIONADAS

Homem é morto a facadas e esposa é a principal suspeita pelo crime

O crime aconteceu na cidade de Miranorte. O homem teria sido morto após uma discussão do casal e mul

Aumento da violência é causado por falta de contingente policial

A falta de estrutura física e contingente policial são alguns dos fatores que contribuem para o aume

Polícia Civil de Colinas prende suspeito de assassinar dois promotores no Mato Grosso

José Bonfim Alves de Santana, 42 anos, suspeito de ter matado dois procuradores, pai e filho, no últ

Deixe seu comentário