Processo eleitoral é encerrado com a diplomação dos candidatos eleitos nas Eleições 2018

Presidente do TRE-TO, desembargador Marco Villas Boas entrega diploma ao governador eleito, Mauro Carlesse.

O Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) realizou, na manhã desta segunda-feira (17/12), a solenidade de diplomação do governador eleito do Estado, Mauro Carlesse, do vice-governador, Wanderley Barbosa, dos dois senadores e seus suplentes, dos deputados federais e estaduais eleitos e até o terceiro suplente. A diplomação fecha o ciclo da gestão do processo eleitoral, iniciada com o cadastramento dos eleitores.

Ao todo, 67 candidatos eleitos e suplentes receberam os diplomas, conforme estabelece o parágrafo único do artigo 215 da Lei nº 4.737/1965 (Código Eleitoral). O documento contém informações como o nome completo do candidato; a indicação da legenda do partido político ou da coligação pela qual o candidato concorreu; o cargo para o qual foi eleito ou a sua classificação como suplente; e, facultativamente, outros dados a critério da Justiça Eleitoral.

Em uma solenidade rápida, o presidente do TRE-TO, desembargador Marco Villas Boas, agradeceu a presença de todos os convidados e ressaltou que o momento marca o encerramento do processo eleitoral. “Desejo um excelente mandato a todos os eleitos, que se cumpram àqueles objetivos e preceitos já mencionados todos aqui, que sejam implementados os verdadeiros valores da democracia, que são muito importantes para todos nós. A todos, um excelente mandato, uma excelente democracia. Ao governador, a melhor sorte no exercício da sua atividade à frente do Executivo, porque precisamos de uma reorganização e reestruturação da nossa administração pública. À deputada Luana Ribeiro, à frente da Assembleia Legislativa, desejo os melhores dias na condução do processo legislativo, que é muito importante para a consolidação da nossa democracia, muito obrigado a todos”, agradeceu.

Durante seu pronunciamento, o desembargador Villas Boas ainda cumprimentou e citou em especial o ex-governador Siqueira Campos, diplomando como suplente de senador. “O homem que aglutinou as emendas, que possibilitou a criação do Estado do Tocantins e que levantou essa bandeira durante toda a sua vida, por isso, hoje é de fato um momento especial, para relembrarmos seu importante papel para a democracia tocantinense”, afirmou o presidente do TRE-TO.

Diplomados

Eleito com 404.484 votos, o governador Mauro Carlesse deverá ser empossado no dia 1º de janeiro de 2019. Ele assume após comandar o Estado em um mandato tampão de seis meses, quando foi eleito por voto direto em eleição suplementar realizada em junho de 2018.

 "Tudo é um desafio. Nós não esperávamos o afastamento do ex- governador, mas assim, como presidente da Assembleia, eu assumi, então, nós agora, nesse mandato de quatro anos, vamos fazer um trabalho cada vez mais com redução de despesas. Daqui para frente é uma responsabilidade nossa, é uma nova geração, é um novo modelo de gestão, não é fácil você entrar na política e disputar três mandatos e ser eleito, quer dizer, o povo quer mudança, então, a gente tem a responsabilidade de fazer certo, o correto, para poder ajudar essa população", ressaltou Mauro Carlesse.

Os senadores diplomados foram: Carlos Eduardo Torres Gomes, eleito com 248.353 votos; o primeiro suplente, José Wilson Siqueira Campos e o segundo suplente, Ogari de Castro Pacheco. Eleito com 214.355 votos, o segundo senador, Irajá Silvestre Filho e os suplentes Marcos de Souza Costa e Terciliano Gomes Araújo também receberam os diplomas.

Tiago Braga Pereira, deputado federal mais bem votado, com 71.842, no total, e Yhgor Leonardo Castro Leite, deputado estadual com maior número de votos, com 23.477, também receberam seus diplomas, juntamente com os demais parlamentares eleitos, ficando aptos para a posse nos devidos cargos.

FAÇA SEU COMENTÁRIO