Binoculo da Semana (23/12/2018 a 29/12/2018)

Carlesse afirmou que vai trabalhar para que essas pessoas sejam absorvidas pela iniciativa privada e parem de depender do estado
Diplomação
No último dia 17 foram diplomados no Tribunal Regional Eleitoral os eleitos deste ano, incluindo o governador Mauro Carlesse (PHS) e o vice-governador Wanderlei Barbosa (SD), além de deputados estaduais e suplentes.
 
Ineficientes
Carlesse afirmou após a posse que não existem servidores fantasmas no Governo, mas que “aqueles que não trabalham serão exonerados”, referindo-se a uma suposta ineficiência de contratados e comissionados.
 
Mudança
Carlesse afirmou que vai trabalhar para que essas pessoas sejam absorvidas pela iniciativa privada e parem de depender do estado.
 
Questão
A pergunta mais óbvia é: será que esses servidores ineficientes vão conseguir vagas na iniciativa privada, que em muitos casos é bem mais exigente que o governo em termos de produtividade e ainda com um salário menor?
 
Retorno
Recentemente a Justiça convalidou as operações Ápia e Reis do Gado, que levaram para a cadeia membros do Governo Marcelo Miranda e vários parentes do ex-governador, como o irmão, Brito Júnior.
 
Intuito
As operações investigam desvios de recursos públicos de obras e a ocultação de patrimônio através da compra de fazendas e cabeças de gado.
 
Perspectiva
Com isso os processos, que estavam parados voltam a correr e podem levar o ex-governador Marcelo Miranda para trás das grades em 2019.
 
Congelado
O ex-governador continua com suas contas congeladas e seu patrimônio bloqueado. O que segundo pessoas próximas tem causado dificuldades financeiras e até “constrangimentos” para o ex-governador.
 
Consequências
Miranda tem evitado inclusive viajar de avião, com receio de ser hostilizado por passageiros durante o voo. Por isso ele tem feito seus deslocamentos por via terrestre, em carro próprio ou de amigos.
 
Memória
Lembrando que MM está inelegível até 2022 por causa de sua cassação pelo Tribunal Superior Eleitoral pelo caso do avião com R$ 500 mil apreendido em sua campanha em 2014.
 
Dulce
Além de Irajá Abreu (PSD), Wanderlei Barbosa (SD) e Cinthia Ribeiro (PSDB) está sendo ventilado pelo MDB o lançamento da candidatura da deputada federal Dulce Miranda para a Prefeitura de Palmas.
 
Saldo
Apesar dos problemas enfrentados pelo marido e seus parentes, tem muita gente que acredita que o saldo político de Dulce Miranda é positivo, devido ao seu histórico de trabalhos sociais.
 
MDB
Em 2018 o MDB no Tocantins perdeu o Governador e a deputada federal Josi Nunes, que acabou migrando para o Pros e mesmo assim não conseguiu se reeleger, só restando Dulce Miranda com algum cargo expressivo.
 
Retorno
No âmbito estadual o partido elegeu cinco deputados, sendo quatro reeleitos e um novato, Jair Farias. Vamos ver como o partido vai se comportar visando retomar o protagonismo na política tocantinense, que passa necessariamente pelas eleições de 2020.

FAÇA SEU COMENTÁRIO