Disputa eleitoral, estacionamento rotativo e Jalapão a peso de ouro

Cinthia Ribeiro é a favorita para comandar Palmas por mais quatro anos a partir de 2020

Retorno
O estacionamento rotativo está de volta ao centro de Palmas, no qual os motoristas terão que pagar para manter os seus carros ocupando uma vaga.

Malefícios
A cobrança pelo estacionamento em si, não é ruim. O que é ruim é a desorganização da empresa licitada para prestar o serviço, que não oferece tempo mínimo de tolerância nem cancelas na entrada e saída de cada espaço.

Situação
A maioria dos motoristas é assediada por flanelinhas que não ajudam em nada na organização do estacionamento e ainda têm a coragem de cobrar valores iguais ou até maiores que a empresa responsável.

Números
Pesquisas de consumo interno para as eleições a Prefeitura de Palmas estão circulando em vários bastiões políticos da cidade.

Líderes
Cinthia Ribeiro (PSDB) e Dulce Miranda (MDB) demonstram mais força quando o assunto é intenção de voto estimulado.

Geo
Outro que também pontua bem é o deputado estadual Junior Geo (Pros), mas mesmo os seus correligionários apontam um problema difícil de resolver: a falta de recursos para uma campanha desse porte.

Vantagem
Por outro lado, eles questionam: o que ele tem a perder sendo candidato? A respostas é: absolutamente nada.

Pena
Em 07 de outubro de 2020 vence a punição de oito anos imposta a Marcelo Lélis (PV) por abuso de poder econômico nas eleições de 2012.

Perto
As eleições, no entanto, ocorrerão, se não houver nenhuma mudança na legislação eleitoral, no dia 04 de outubro. Três dias antes de encerrar a sua punição, o que inviabiliza a sua candidatura.

Carestia
Quem viaja para o Jalapão está estranhando os preços cada vez mais salgados.

Preço
Um passeio em qualquer um dos muitos fervedouros não sai por menos de R$ 30 para apenas 20 minutos.

Temporada
Em época de alta temporada o valor é de R$ 25, mas para a metade do tempo, apenas 10 minutos.

Geral
Outras atrações como a cachoeira da velha e até mesmo as famosas dunas também não passam incólumes, com preços bem salgados, principalmente para aqueles que viajam em família.

Estradas
O acesso ao parque e a infraestrutura das estradas também são desafios a serem superados. São ao menos 150 quilômetro de estradas de chão para ir e o mesmo para voltar.

Turismo
Um dia o Tocantins ainda vai descobrir que vale a pena investir em turismo. Talvez daqui a 30 anos.

FAÇA SEU COMENTÁRIO