Você atualizou sua caderneta de vacinação?

O sarampo é uma doença extremamente contagiosa e transmissível, pode ser grave e seu quadro pode evoluir com complicações infecciosas levando em alguns casos a morte

Apesar do estado do Tocantins não ter nenhum caso de sarampo confirmado, e do último caso ter sido comprovado no ano 2.000, é preciso estar atento as notícias e manter o cartão de vacina em dia. No estado de São Paulo, foi confirmada a primeira morte causada pela doença desde 1.997. O sarampo é uma doença extremamente contagiosa e transmissível, pode ser grave e seu quadro pode evoluir com complicações infecciosas levando em alguns casos a morte.

Sua transmissão é feita de pessoa para pessoa, através de secreções respiratórias, espirros, por exemplo. Seu contágio acontece no período de quatro a seis dias antes do aparecimento das manchas e até quatro dias após.

Sinais e sintomas

Geralmente é caracterizada por febre alta, acima de 38,5°C, manchas vermelhas na pele, tosse, coriza, conjuntivite e pequenos pontos brancos na mucosa da boca (parecida com a afta), antecedendo as manchas.

Complicações

Se você estiver com febre por mais de três dias após o aparecimento das manchas vermelhas, ou conhece alguém que se encaixa nesse quadro, considere um sinal de alerta. A partir desse ponto pode haver o aparecimento de complicações, como infecções respiratórias, otites, diarreia e doenças neurológicas.

Não se engane, sarampo é coisa muito séria, é durante as manchas vermelhas que as complicações se instalam, embora a encefalite possa aparecer depois do vigésimo dia. Caso ocorra algumas dessas complicações, a hospitalização pode ser necessária, principalmente em idosos e crianças desnutridas e imunocomprometidas.

Vacina

A vacina sempre foi e continua sendo a única forma de prevenção contra o sarampo para a população. Esse foi o objetivo do dia D que ocorreu nesse sábado dia 31 de agosto, conscientizar a população da importância da vacina e atualização da caderneta de vacinação, além de vacinar crianças de seis a onze meses que foi incluído no calendário de vacina contra o Sarampo.

Essa ação ocorreu nas seguintes Centros de saúde: Região norte, unidades: 307, 403 e 406. Região central, unidades: 210, 403 sul, 1.004 sul, 1.304 sul e 1.103 sul.

Região sul, unidades: Morada do Sol, Setor Sul, Aureny II, Lago Sul, Liberdade e Novo Horizonte.

Caso não tenha comparecido à unidade no sábado, ou conhece alguém que perdeu a mobilização, compareça à unidade de saúde mais próxima da sua casa com o cartão vacinal e cartão do SUS, dessa forma você mantém as vacinas em dia e fica protegido contra o Sarampo.

Todo o cuidado com a nossa família e nossos filhos são necessários, afinal, estão sendo registrados casos de Sarampo em quatro estados da região norte do país e no estado de São Paulo.

No ano passado, doze pessoas vieram a óbito, por complicações causadas pela doença. Este ano de 2019 até o presente momento foram confirmados 560 casos e mais três mil estão sendo investigados em todo Brasil.

Lembre-se: vacinas salvam vidas, e são de extrema importância para manter seu filho e você saudáveis e longe de complicações sérias que podem levar a morte. Esqueça os movimentos antivacina, faça parte do movimento pró vida!

Marttha Franco Ramos, Secretária Executiva de Saúde de Palmas e Conselheira Federal de Farmácia

FAÇA SEU COMENTÁRIO