Após pronunciamento de Bolsonaro, TO afirma que vai manter medidas para evitar a propagação do coronavírus

Governo mantém recomendadas pelo Ministério da Saúde e Organização Mundial de Saúde

Após o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o governador Mauro Carlesse (DEM) disse que vai continuar seguindo as orientações da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde que adotou para proteger a população e evitar a propagação do novo Coronavírus no Estado.

O Tocantins foi um dos primeiros estados a apresentar o plano de contingência para a Covid-19. Foi também um dos primeiros estados a criar um comitê de crise formado por todos os poderes, órgãos de controle, forças de segurança e especialistas em saúde, para debater a antecipação de ações com o objetivo de minimizar os impactos da chegada da doença ao Estado.

O governador Mauro Carlesse decretou estado de calamidade pública, já aprovada pela Assembleia Legislativa, determinou a aquisição de seis mil testes rápidos para aferir a Covid-19 e também o reforço no estoque de equipamentos de proteção individual para assegurar aos profissionais da saúde as condições necessárias para atenderem a população.

O Chefe do Poder Executivo também determinou a antecipação das férias escolares e a entrega de kits de alimentos para as famílias dos alunos da rede estadual. E ainda, autorizou os Secretários de Estado a implantarem o trabalho remoto para os servidores, preservando principalmente os grupos de risco, mas também outros colaboradores que podem realizar o trabalho em casa. Restringiu o número de passageiros em 50% da capacidade dos veículos do transporte intermunicipal e recomendou aos municípios o fechamento de empresas que não prestam serviços essenciais. Nesta terça-feira, 24, o governador Mauro Carlesse assinou Medida Provisória proibindo por 90 dias o corte no fornecimento de água e energia elétrica.

O Governo do Tocantins também mantém em todos os meios de comunicação, mensagens de orientação à população para que fiquem em casa. O objetivo é evitar a propagação do novo Coronavírus, proteger a população e não permitir que haja um colapso na rede de atendimento em saúde no Estado.

O Tocantins seguirá firme no propósito de manter a população livre do novo Coronavírus e conta com a parceria dos demais Poderes, dos municípios, dos órgãos de controle e, principalmente, com a população.

FAÇA SEU COMENTÁRIO