Prefeitura de Palmas vai credenciar mais 10 leitos de UTI para pacientes com Covid-19

Cada leito de UTI tem um custo para a Prefeitura de R$ 2,6 mil a diária, mais R$ 1,5 mil a título de taxa de admissão do paciente

A Prefeitura de Palmas, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (Semus), está providenciando o credenciamento de mais 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na rede hospitalar privada, para atendimento exclusivo de pacientes com Covid-19. Desta forma, a Capital passará a ofertar 20 leitos de UTI nos hospitais particulares da cidade, custeados com recursos do Município, disponibilizados para pacientes infectados pelo novo coronavírus. Cinco leitos poderão estar disponíveis em um prazo médio de sete dias e o restante, em até 20 dias. (continua abaixo)

Cada leito de UTI tem um custo para a Prefeitura de R$ 2,6 mil a diária, mais R$ 1,5 mil a título de taxa de admissão do paciente. Em 2020, o Município de Palmas aplicou mais de R$ 1,8 milhão na oferta de leitos de UTI para pacientes com Covid-19, dos quais R$ 1,020 milhão em recursos próprios e R$ 858 mil oriundos do Governo Federal.

Também nesta semana, o atendimento nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) passa por ampliação. São 12 novos leitos de estabilização, sendo 5 na UPA Sul e 7 na UPA Norte. Ainda neste mês de março, a Prefeitura de Palmas acrescentará 40 leitos de estabilização com respiradores nas UPAs, saltando dos atuais 41 para 81 leitos ofertados nas UPAs, porta de entrada de pacientes com Covid-19.

FAÇA SEU COMENTÁRIO