Palmas suspende atividades não essenciais para tentar conter contaminações e mortes

Palmas já teve mais de 270 mortos pela doença e tem milhares de pessoas infectadas

Devido ao agravamento da disseminação do coronavírus em Palmas, que chegou a 28.864 casos e 272 mortes, a prefeitura da capital publicou no Diário Oficial do Município desta quarta-feira, 03, decreto determinando o fechamento por 11 dias, entre 06 e 16 de março, de todas as atividades ditas não essenciais shopping centers, bares, restaurantes e academias. (continua abaixo)

Os cultos religiosos só poderão ocorrer online e os atendimentos religiosos terão que ser individualizados. Todos os eventos de qualquer natureza também ficam suspensos. (continua abaixo)

Nos supermercados e farmácias, que estão autorizados a funcionar a entrada será permitida apenas para uma pessoa por família e a capacidade máxima terá que ser reduzida em 50%.

Aos domingos todo o comércio deve permanecer fechado, com exceção de postos de combustíveis, farmácias, serviços hospitalares e serviços de hotelaria;

Já os serviços bancários e lotéricas devem continuar abertos normalmente, pois são regidos por legislação federal.

O que pode abrir

Para fins do disposto no caput, ficam excluídos da suspensão, em razão da essencialidade das atividades, os serviços:

Estabelecimentos de saúde relacionados a atendimento de urgência e emergência, clínicas médicas e de reabilitação, emergências odontológicas, clínicas de vacinação, clínicas de imagem, serviços de testagem para Covid-19, laboratórios, bem como clínicas veterinárias para atendimento emergencial;

Farmácias e drogarias;

Cemitérios e funerárias;

Distribuidores e revendedores de gás e de combustíveis;

Comércio varejista e atacadista de produtos alimentícios;

Call center, restritos às áreas de segurança, alimentação, saúde, telecomunicações e de utilidade pública;

Segurança pública e privada;

Públicos executados mediante concessão;

Empresas privadas de transporte, incluindo táxis, transportadoras e aquelas que realizem entrega em domicílio;

Empresas que atuam como veículo de comunicação;

Hotéis, pousadas e correlatos;

Assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade;

Oficinas mecânicas e borracharias para realizar atendimento a urgências/emergências;

Atendimento ao público nas Centrais de atendimento do Resolve Palmas, mediante agendamento prévio;

Organizações religiosas para atendimentos individualizados previamente agendados.

Regras

Nos estabelecimentos autorizados a funcionar é obrigatória a distância mínima de 2m (dois metros) entre todas as pessoas, o uso de tapetes sanitizantes, bem como o uso de máscara, a aferição de temperatura de todos consumidores e funcionários e a disponibilização de álcool gel em locais de fácil acesso.

Em todos os estabelecimentos comerciais autorizados a funcionar, ficam vedados o consumo de produtos no local e a disponibilização de mesas e cadeiras.

FAÇA SEU COMENTÁRIO