Pais fazem protesto em prol da volta às aulas presenciais nas escolas particulares

Pais com o apoio de donos das escolas enumeraram os problemas pelos quais as crianças vêm passando com a suspensão das aulas presenciais

Pais de alunos da rede particular de ensino de Palmas realizaram um protesto nesta terça-feira, 20, em prol da permissão para retorno às aulas presenciais em Palmas suspensas desde o início da pandemia do novo coronavírus em março de 2020, há mais de um ano. (continua abaixo)

Com o apoio dos proprietários de escolas eles montaram uma sala de aula com cadeiras vazias e cartazes enumerando os problemas físicos e psicológicos que as crianças vêm enfrentando com o isolamento social desde a suspensão das aulas em março de 2020, alertando ainda que em todo o estado são mais de 400 mil alunos prejudicados tanto nas escolas particulares quanto públicas.

Os pais defendem que seja realizado o ensino híbrido, com os alunos em turmas menores, com aulas presenciais e online em dias alternados, respeitando as regras de distanciamento social e uso de máscaras.

Em algumas cidades do estado como Araguaína o retorno às aulas já foi permitido, uma vez que o ambiente escolar é considerado pouco transmissível e as crianças não são vetores importantes da doença.

Pais também entraram na Assembleia para chamar atenção dos deputados estaduais para o problema que aflige todo o Tocantins

FAÇA SEU COMENTÁRIO