Sintras debate melhorias para servidores da Saúde

Representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde no Estado do Tocantins (Sintras) foram recebidos pelo secretário de Estado da Saúde, Marcos Musafir, para tratar de temas relacionados ao setor. Na pauta apresentada pelo sindicato estiveram, entre outras coisas, a jornada de trabalho de 6 horas, condições de trabalho nas unidades de saúde e pagamentos. Questionado sobre plantões extras, o secretário Musafir informou que os meses de setembro e outubro foram pagos e estão sendo buscadas formas para que seja efetuado o pagamento dos demais meses. “Nós queremos fazer esses pagamentos, mas dependemos da arrecadação do Estado.

O adicional noturno e a insalubridade estão sendo pagas. Paralelo a isso, levando em consideração a situação que a economia está passando, já solicitei que nossos diretores revejam as escalas de plantões extras, já que algumas unidades, que fizeram um melhor planejamento, conseguiram reduzir a quantidade de plantões mantendo a continuidade do serviço”, disse o secretário.

O presidente do Sintras, Manoel Miranda, informou que das demandas apresentadas ao secretário algumas devem ser rediscutidas com a superintendência responsável, mas que de forma geral o encontro foi bastante proveitoso e teve resultado positivo. “Hoje viemos tratar de vários assuntos e ficamos muito satisfeitos. Tratamos da devolução de pessoas que atuam no Hospital de Doenças Tropicais, das condições de trabalho dos trabalhadores e trouxemos a possibilidade da realização de um fórum, que seja realizado pelo Estado com apoio das entidades sindicais, para discussão geral dessas condições”, disse o presidente. O secretário Musafir ainda reforçou que vem buscando, dentro das possibilidades, atender as reivindicações da categoria. “Temos buscado atender porque entendemos que as solicitações são justas.

No Hospital Geral de Palmas, por exemplo, o repouso dos profissionais foi melhorado, o que agradou aos servidores de lá. Não podemos esquecer que estamos em uma crise econômica, mas o que pode ser feito está sendo feito porque tanto eu como o governador Marcelo Miranda temos um enorme respeito pelo profissional de saúde deste Estado”, finalizou. Também participaram da reunião o assessor da diretoria do Sintras, Raimundo Morais, e o diretor do sindicato, Domingos Rodrigues.

FAÇA SEU COMENTÁRIO