Um é morto e dois são presos suspeitos de envolvimento no assalto em Gurupi

material apreendido com os suspeitos durante a ação que contou com a colaboração das policias Civil e Militar do Pará.


Uma ação conjunta deflagrada, na manhã desta segunda-feira, 26, por policiais civis das Delegacias Estaduais de Investigações Criminais, Núcleo Sul e Norte e pela Delegacia Especializada na Repressão a Narcóticos (DENARC), resultou na prisão de dois suspeitos de integrar uma quadrilha acusada de assalto a banco e na apreensão de armas, munição, dinheiro, além de vários outros itens.

A ação da Polícia Civil Tocantinense foi realizada na cidade de Parauapebas – PA, onde os policiais das Delegacias Especializadas se deslocaram a fim de dar cumprimento a mandados de prisão em desfavor de envolvidos no roubo a agência do Banco do Brasil de Gurupi, fato ocorrido no último dia 11 de junho de 2017.


Durante a ação policial, que contou com o apoio da Polícia Civil e Militar do Estado do Pará, Waldir Fabriciano Duque, vulgo "Tarzan", entrou em confronto com os policiais e acabou sendo atingido. Em seguida, "Tarzan" foi socorrido ao hospital local, no entanto, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.


Uma mulher e um homem também foram presos na ação, sendo apreendido com os mesmos, uma pistola Glock, calibre 9mm, com dois carregadores e vasta munição; um revólver calibre.38; R$ 5.200,00 (cinco mil e duzentos reais) em espécie; aparelhos celulares; roupas e calçados semelhantes aos utilizados pelos criminosos que comentaram o referido roubo, dois pacotes de elásticos comumente utilizados para prender grandes quantias em cédulas; vários envelopes do Banco do Brasil, ataduras, dentre outros objetos.

FAÇA SEU COMENTÁRIO