Três homens são presos suspeitos de explodir caixa eletrônico na UFT

A suspeita é que os homens tenham fugido pelo lago usando uma moto aquática

 

Foram presos na noite desta terça-feira, 5, José Filho Moreira Lima, de 32 anos, Joabe Ramos de Oliveira, de 24, e o soldado do Exército Jemison Silva, de 25. Os três homens são suspeitos de participar da explosão de um caixa eletrônico no câmpus da Universidade Federal do Tocantins, em Palmas.


As prisões aconteceram em uma casa na quadra 606 Sul onde a polícia encontrou cerca de R$ 19 mil. Segundo a Polícia Militar, a suspeita é que o soldado tenha dado apoio na fuga dos criminosos usando uma moto aquática, que pertence a ele. A universidade fica às margens do lago de Palmas.


Para ter acesso ao local, os homens fizeram um bucaco na parede. Depois, usaram dinamites para explodir o equipamento. Com os homens, a polícia apreendeu, além da moto aquática e do dinheiro, dinamites, luvas, lanternas e munições.

FAÇA SEU COMENTÁRIO