Médico suspeito de matar ex-esposa está foragido

Álvaro Ferreira da Silva chegou a ser preso por agressão mas foi libertado após fiança

A professora Danielle Christina Lustosa Grohs foi encontrada morta na casa dela, na quadra 1004 Sul em Palmas, na noite desta segunda-feira (18). O principal suspeito do crime é o ex-marido da pedagoga, o médico Álvaro Ferreira da Silva. Ele tinha sido preso por agredir Danielle no sábado (16) e foi solto após pagar fiança no domingo (17). De acordo com o advogado dela, o ex-marido já havia ameaçado matá-la outras vezes.

O corpo de Danielle foi encontrado de bruços na cama. Ainda não há informações sobre a causa da morte. O escritório de advocacia que defendia a professora no processo de separação informou que chamou a polícia após não conseguir contato com ela durante todo o dia.


Danielle e Álvaro viveram juntos durante quase 20 anos, entre 1997 e 2016. O processo de separação não foi amigável. Ele teria inclusive retirado veículos que pertenciam a Danielle da casa dela e pedido que a água do imóvel fosse desligada. No sábado (16), ele invadiu a casa e tentou esganar a ex-mulher, quando foi preso.
Até às 22h desta segunda-feira (18) o médico não tinha sido preso.

(Com informações do G1 Tocantins)

FAÇA SEU COMENTÁRIO