Médico suspeito de matar ex-mulher é preso em Anápolis - GO

Álvaro já havia sido preso por agredir a professora no dia 16 de dezembro de 2017

Segundo a Assessoria da Secretaria de Segurança Pública, Álvaro foi detido pela Delegacia de Investigações Criminais (Deic) e já está sendo encaminhado de volta ao Tocantins para prestar depoimento e cumprir a sua prisão provisória de 30 dias, determinada pela justiça.


No dia 18 de dezembro , A professora Danielle Christina Lustosa foi encontrada sem vida em sua residência, na quadra 1004 sul em Palmas.
O principal suspeito é seu ex-marido, o médico Álvaro Dias, que já havia sido preso por agredir a professora no dia 16 de dezembro, mas foi solto no dia seguinte.

Álvaro chegou a mandar mensagens à mãe da vítima, afirmando sua inocência, o casal havia se separado à algum tempo e negociavam a divisão de bens.

FAÇA SEU COMENTÁRIO