Liminar que mantém Marcelo Miranda no cargo pode ser derrubada

Marcelo Miranda e a vice Claudia Lelis foram voltaram ao cargo dia 6 de Abril.

Foi protocolado nesta quinta,12, um agravo interno no Supremo Tribunal Federal para que a liminar que foi concedida pelo ministro Gilmar Mendes que permitiu que o governador Marcelo Miranda(MDB) voltasse ao cargo em 6 de Abril, seja derrubada.

A Procuradora Geral da República Raquel Dodge disse sobre 'descabimento da função' protocolada pela defesa do governador no STF, porque não teve a interposição de recurso extraordinário na Suprema Corte.

No dia 22 de Março, Marcelo Miranda e a vice Cláudia Lelis foram cassados acusados por captação ilícita de recursos de campanha eleitoral. O TSE determinou afastamento imediato, porém a defesa conseguiu suspender a decisão ate o julgamento de embargos declaratórios.

Segundo a  petição da PGR, o próprio Gilmar Mendes teria seguido esse entendimento em casos julgados no STF.

FAÇA SEU COMENTÁRIO