Aplicativo para denúncias de crimes é disponibilizado à população

DEIC-Palmas disponibiliza sistema de denúncias via Whatsapp.

A população de Palmas e região conta agora com mais uma ferramenta para auxiliar a Polícia Civil do Tocantins na resolução de crimes de alta complexidade. Trata-se do aplicativo Whatsapp Denúncia, o qual foi criado pela Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), de Palmas e está disponível a todo e qualquer cidadão que deseje colaborar com a Delegacia Especializada com informações, fotos e/ou vídeos que possam contribuir com as investigações realizadas cotidianamente.

Para o delegado titular da DEIC-Palmas, Evaldo de Oliveira Gomes, a disponibilização do Whatsapp denúncia da DEIC se constitui em mais um importante aliado na luta contra o crime organizado, em Palmas e em todo estado. “Atualmente, a velocidade com que circulam as informações é muito grande entre os cidadãos, devido ao implemento das mídias e redes sociais, como o Whatsapp, fazendo com que qualquer pessoa que possua um smartphone tenha acesso a fatos e possa contribuir com as investigações policiais desenvolvidas pela DEIC sobre facções criminosas, assaltos a instituições bancárias, crime organizado, ou explosões de carros-fortes”, disse o delegado.

“Nesse sentido, disponibilizamos, através do telefone (63) 3218 – 6986, o nosso Whatsapp institucional para que as pessoas possam fazer denúncias e ajudar a Polícia Civil do Tocantins a elucidar crimes e identificar suspeitos de cometer delitos em nosso estado”, frisou o delegado.

Vale ressaltar que todos os cidadãos que utilizarem o aplicativo da DEIC - Palmas terão suas identidades mantidas no mais absoluto sigilo.

A adoção do disk-denúncia, por meio do aplicativo Whatsapp também está em sintonia com as novas tecnologias existentes e que são amplamente utilizadas pela população do Tocantins e de todo o Brasil e também por forças policiais de todo o mundo. “Uma das facilidades proporcionadas pelo Whatsapp é que a pessoa pode fazer uma denúncia anônima de qualquer lugar em que esteja e dessa maneira, auxiliar a DEIC-Palmas, na resolução de crimes mais complexos e até evitar que outras ações delituosas acontecem”, afirmou o delegado.

FAÇA SEU COMENTÁRIO