Pessoas invadem lotes e cinco acabam detidas pela Polícia Militar

Uma mulher que tentava acalmar os ânimos recebeu um mata-leão de um dos policiais e acabou presa. Os detidos foram levados para o 1º Departamento de Polícia, incluindo um advogado e o ex-vereador Bismarque do Movimento

Uma invasão a lotes na quadra 905 Sul, no Plano Diretor de Palmas, acabou nesta tarde com a desocupação da área por policiais militares, que acabaram prendendo cinco pessoas, incluindo um advogado dos invasores e o ex-vereador Bismarque do Movimento. (continua abaixo).

Os invasores, em uma operação planejada e coordenada chegaram a demarcar os lotes destinados a construção de moradias populares, afirmando fazerem parte do Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM). Com a chegada da PM o clima ficou tenso com discussão entre os invasores e os policiais.

Os invasores cobravam dos policiais uma determinação judicial de reintegração de posse, mas a PM não quis conversa e contando inclusive com o apoio do helicóptero da instituição, deteve os mais exaltados. Até uma mulher que tentava acalmar os ânimos acabou sendo detida com um mata leão por um dos policiais.

Os suspeitos foram encaminhados para o 1º Departamento de Polícia, onde estão prestando depoimento, o setor de prerrogativas da Ordem dos Advogados do Brasil no Tocantins também foi acionado para ir em socorro do membro da instituição detido.

Fogo

Durante a confusão teve início um incêndio no local, que só foi debelado após a chegada de uma unidade do corpo de bombeiros. Os invasores negaram que tenham colocado fogo no mato dentro da quadra.

FAÇA SEU COMENTÁRIO